Notícias da Imprensa. Da Fiabilidade à Falaciloquência

18,00  6,50 

A leitura diária de mais de um jornal é a apodixe de não constituir o rigor uma marca idiossincrásica dos mesmos. Ao invés, são tantas (e tais) as dissemelhanças, as discrepâncias e, inclusive, as contradições, mesmo quando de dados factuais se trata, que ao leitor assiste plena legitimidade para questionar a fiabilidade da informação que lhe é servida. A qual fica, amiúde, no limiar da falaciloquência.