Crian__as_V__tim_4ea6d36e1876f

Crianças vítimas de violência

€11.50

Ana Isabel Sani

Categoria: , .

Descrição do Produto

A presente obra reedita um trabalho de investigação que contribui para compreensão do fenómeno da vitimação criminal infantil, tendo por base os discursos de crianças, vítimas directas e/ou indirectas de violência interpessoal. Partindo da compreensão reflexiva do impacto da violência nas crianças, explora-se criticamente o posicionamento social destas em domínios e a respeito de situações específicas de justiça fazendo uso de uma metodologia qualitativa, de modo a descrever a experiência, debater proposições teóricas e constructos emergentes do discurso das crianças sobre a vitimação.

Assim, esta obra destaca-se porque analisa cientificamente uma problemática actual e complexa, oferece orientações para uma avaliação compreensiva do impacto da violência nas crianças, apoia a organização de procedimentos interventivos junto de menores vítimas de violência interpessoal e contribui para formação académica em diversas áreas científicas ao fornecer orientações relevantes para a pesquisa, a avaliação, a intervenção nesta e noutras temáticas.

SOBRE A AUTORA

Ana Isabel Sani, nasceu em Angola em 1973. Licenciou-se em 1996 em Psicologia, na área de especialização da Justiça pela Universidade do Minho (UM), tendo obtido em 2000 o grau de mestre na mesma área. Em 2004, conclui o doutoramento em Psicologia da Justiça pela UM, instituição com a qual colaborou como docente entre 1997 e 2001. É docente na Universidade Fernando Pessoa (UFP) desde 2000, sendo actualmente professora associada na Faculdade de Ciências Humanas e Sociais (FCHS) da UFP, onde coordena do Mestrado em Psicologia Jurídica na UFP. É ainda coordenadora da Pós-Graduação em Segurança Infantil promovido pela Corporate Education (CE) na UFP. Exerce intervenção psicológica sobretudo nas áreas da vitimação infantil e psicologia forense, sendo a coordenadora da Unidade de Psicologia Forense da Clínica Pedagógica de Psicologia da UFP. Ao nível da investigação actua sobretudo na área da Vitimologia, com interesse particular pelo estudo da vitimação indirecta de crianças (violência interparental). È autora de várias publicações científicas no âmbito da Psicologia Jurídica.

ÍNDICE

Introdução

I PARTE: CONCEPTUALIZAÇÃO DA PROBLEMÁTICA DA VIOLÊNCIA NA VIDA DA CRIANÇA NOS DIAS DE HOJE

CAPÍTULO 1.O impacto da violência interpessoal nas crianças

Introdução

1. O CRIME E A VIOLÊNCIA SOBRE AS CRIANÇAS
1.1. Determinantes da exposição ao crime e a experiência de violência
a) Características e predisposição da vítima
b) Características da situação criminal
c) As construções da vítima

2. O IMPACTO DA VITIMAÇÃO CRIMINAL NAS CRIANÇAS
2.1. A experiência de vitimação indirecta nas crianças.
a) O impacto da violência interparental nas crianças.
b) O contacto das vítimas com o Sistema de Justiça Criminal

CAPÍTULO 2. Alicerces teóricos para a investigação

Introdução

1. OS PARADIGMAS INTERPRETATIVOS
a) Construtivismos
b) Relativismo
c) Multivocalidade
d) Linguagem e conhecimento
e) Hermenêutica e conhecimento
f) “Impressões e expressões”

2. PERSPECTIVAS TEÓRICAS
2.1. Interacionismo simbólico
2.2. Etnometodologia
2.3. A perspectiva de Berger e Luckman
2.4. Perspectivas feministas

II PARTE: ESTUDO SOBRE AS REALIDADES EXPERIENCIAIS DE CRIANÇAS VÍTIMAS E TESTEMUNHAS DE CRIMES

CAPÍTULO 3.Metodologia da Investigação

Introdução

1. FUNDAMENTAÇÃO CONCEPTUAL E METODOLÓGICA
2. O MÉTODO: ENTREVISTA QUALITATIVA
3. AMOSTRA E PROCESSO DE AMOSTRAGEM
4. TRATAMENTO E ANÁLISE DOS DADOS

CAPÍTULO 4. Interpretação: o discurso das crianças face ao crime

Introdução

1. DA ANÁLISE DESCRITIVA À EMERGÊNCIA DE CONCEITOS
I. A CRIANÇA – Auto-imagem
II. O EVENTO – Violência e Crime
a) Intervenientes (e suas reacções)
b) Contexto
c) Tipos de violência
d) Frequência
e) Condições de ocorrência
f) Outras experiências
III. O IMPACTO
Reacções, estratégias de coping e consequências
a) Reacções à vitimação (emocionais, cognitivas e comportamentais)
b) Estratégias de coping (activas, passivas)
c) Consequências (pessoais e interpessoais)

Crenças e percepções construídas
a) Crenças (sobre o problema, sobre comportamentos e em geral)
b) Atribuições de responsabilidade (ofensor, vítima e outros)
c) Atribuições causais
d) Suporte percebido
e) Pistas de (in)segurança (situações, pessoas e locais)
Integração da experiência
a) Mudanças desejadas
b) Perspectiva de vida (futuro, presente e passado)
c) Empowerment (aprendizagens na dor e mensagens)

CAPÍTULO 5. Interpretação: os outros discursos da criança.

Introdução

1. SINOPSE DAS INTERPRETAÇÕES
1.1. Descrição dos constructos
1.2. A emergência dos constructos
Responsabilização
Controlo
Competência
Insegurança
Ilegitimidade
Gravidade

CONCLUSÃO

REFERÊNCIAS

APÊNDICE

Informação Adicional

Peso 0,293 kg
Dimensões 14,9 × 1,3 × 21 cm
Edição

Ano

2011

Páginas

208

ISBN

978-989-643-079-5

Língua

Português